O tema TCC normalmente assusta os alunos de graduação.  Minha experiência como professor de TCC e Metodologia, além da participação em bancas como avaliador e orientador, me permite observar a dificuldade dos estudantes para assimilar a maneira correta de se escrever cientificamente um trabalho de conclusão de curso. 

                                                                                                     

Nunca se esqueça que plágio é proibido, e uma simples frase tirada da internet, sem a devida indicação da fonte, poderá reprovar seu TCC.

Eventualmente poderei tirar dúvidas simples. Entre em contato pelo FALE CONOSCO.
 
.

De qualquer modo, deixo aqui no Blog algumas dicas importantes sobre TCC. O estudante de nível superior é alguém que, pelo menos em tese, tenha aprendido a assimilar, criticar e aprimorar informações em grau máximo, já que superior é um superlativo e por isso o estudante deve agir como um cientista. Em decorrência disso, ele precisa conhecer a metodologia da pesquisa, pois em seus trabalhos terá que realizar pesquisa científica.

 

NORMAS BÁSICAS E ESSENCIAIS PARA UM TCC:

 

  • Os trabalhos devem ser digitados em papel branco, formato A-4.
  • Nas entrelinhas do texto, recomenda-se usar espaço um e meio (1,5 cm ).
  • Nas citações com mais de três linhas, nas notas de rodapé, nas legendas de ilustrações de tabelas, o espaço deve ser simples.
  • As Margens: 3 cm na margem superior e esquerda, e 2 cm na margem inferior e direita.
  • Fonte deve ser arial 12. Títulos arial 14.
  • Os parágrafos devem ser iniciados rente à margem esquerda, sem recuo.
  • A parte pré-textual deve possuir, nesta ordem: capa; folha de rosto; folha de aprovação; os elementos considerados opcionais (dedicatória, agradecimento e epígrafe); resumo; e sumário.
  • As páginas devem estar numeradas em algarismo arábico, localizado no lado direito da extremidade superior.
  • A contagem das páginas se dá a partir da folha de rosto, sendo que a numeração efetivamente aparece na primeira página da introdução.
  • Todas as citações devem aparecer identificadas na Referência Bibliográfica.
  • O TCC deve possuir mínimo de 40 páginas (ou seguir regras da sua IES).

Importante saber que o TCC deve ser dividido em dois arquivos, já que o word ainda não consegue configurar a numeração das páginas conforme recomenda a ABNT. Deste modo, é recomendável que se tenha um arquivo da parte pré-textual (que vai da capa ao sumário, sem numeração) e outro arquivo que vai da introdução aos anexos (se os itens mínimos obrigatórios e opcionais forem colocados na parte pré-textual, a introdução começará como página 8).

Cuidado com o plágio. As bancas e os avaliadores estão cada vez mais rigorosos. É muito fácil pegar um plágio em TCC, pois as ferramentas disponíveis aos professores lhes permitem rapidamente encontrar este tipo de prática. O plágio pode estar em todo TCC, quando ele é cópia fiel ou com modificações simples de outro TCC. Pode estar em parte do TCC, ou mesmo em alguns parágrafos. Não importa o tamanho do plágio, é ilegal e passível de reprovação. Em casos extremos o estudante fica impedido de concluir definitivamente o curso. 

A falta de identificação da fonte nas citações torna a parte citada um plágio. É considerado erro gravíssimo se a fonte for identificada na citação e não aparecer na referência bibliográfica, pois isso gera suspeita de que o livro não foi consultado, mas apenas que houve plágio de determinada parte de alguma pesquisa.

Deve haver uma relação intrínseca entre citação e referência bibliográfica, ou seja, tudo que for citado deve estar na referência bibliográfica, assim como tudo que estiver na referência bibliográfica deve aparecer como citação no TCC (exceto quando se tratar de referência complementar).

EXEMPLOS DE CITAÇÕES E COMO AS FONTES DEVEM APARECER NA REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

Existem dois tipos de citações:
- CITAÇÃO DIRETA: é quando se reproduz com exatidão as palavras do autor da fonte (livro, artigo, etc). Deve-se colocar o número da página na citação. Citações com até três linhas devem ser identificadas entre "aspas", e com mais de três linhas recuada à 4 cm da esquerda da margem, com letra 10 e sem espaçamento.

- CITAÇÃO INDIRETA: é quando se usa a idéia do autor consultado (livro, artigo, etc), escrevendo com suas próprias palavras o que o autor quis dizer. É dispensável o número da página, o recuo à esquerda e as "aspas".


1º CASO: Citação direta com mais de três linhas
......................................................................................................................................................

O início da industrialização foi marcado por um grave custo social, além dos baixos níveis salariais, a ausência de legislação trabalhista fazia com que em cada fábrica reinasse um regulamento específico. Desta forma

 

Homens, mulheres e crianças trabalhavam até 16 horas por dia, em condições difíceis e precárias. O sistema fabril mecânico regulava o trabalho do homem em torno do funcionamento da máquina, exigindo um ritmo maior e uma jornada de trabalho maior. (MOTTA; VASCONCELOS, 2002, p. 27).


Para o exemplo acima, que é uma citação direta com mais de três linhas, e por isso o recuo e a letra menor, a referência bibliográfica ficará como descrito abaixo: 


REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA


MOTTA, FC. ; VASCONCELOS, I. Teoria geral da administração. São Paulo: Atlas, 2002.

 

Nota explicativa sobre o exemplo:
1 - Trata-se de uma citação direta (aquela que reproduz de forma idêntica ao livro).
2 - Como a citação tem mais de três linhas, deve estar recuada 4 cm à esquerda, e a letra deve ser de tamanho menor que o normal.
3- Ao final do TCC, na Referência Bibliográfica, a fonte citada deve aparecer detalhada.
4 - Reparem que são dois autores, e por isso os dois nomes devem aparecer.
5- Reparem que aparece o número da página na citação, pois trata-se de uma citação direta. 
6- Quando for uma citação indireta (aquela que apenas se reproduz a idéia e não as palavras exatas do autor) não há necessidade de se colocar o número da página. 

......................................................................................................................................................



2º CASO: Citação direta com até três linhas
......................................................................................................................................................

O início da industrialização foi marcado por um grave custo social, além dos baixos níveis salariais, a ausência de legislação trabalhista fazia com que em cada fábrica reinasse um regulamento específico. Desta forma, "homens, mulheres e crianças trabalhavam até 16 horas por dia, em condições difíceis e precárias"  (MOTTA; VASCONCELOS, 2002, p. 27).


Para o exemplo acima, que é uma citação direta com menos de três linhas, reparem que não existe mais o recuo e que a citação está marcada entre aspas. A referência bibliográfica ficará como descrito abaixo:


REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

MOTTA, FC. ; VASCONCELOS, I. Teoria geral da administração. São Paulo: Atlas, 2002.

.....................................................................................................................................................



3º CASO: Citação indireta com o autor fora dos parênteses
......................................................................................................................................................

O início da industrialização foi marcado por um grave custo social, além dos baixos níveis salariais, a ausência de legislação trabalhista fazia com que em cada fábrica reinasse um regulamento específico. Segundo Motta e Vasconcelos (2002) os trabalhadores eram submetidos à condições subalternas de trabalho.


Para o exemplo acima, que é uma citação indireta, reparem que os autores estão fora dos parênteses. Neste caso só a primeira letra do nome é que fica com letra maiúscula. Reparem também que não foi colocado o número da página, pois é dispensável em citações indiretas. Segue como ficará a referência bibliográfica:


REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

MOTTA, FC. ; VASCONCELOS, I. Teoria geral da administração. São Paulo: Atlas, 2002.

.....................................................................................................................................................



4º CASO: Citação indireta com o autor dentro dos parênteses
......................................................................................................................................................

O início da industrialização foi marcado por um grave custo social, além dos baixos níveis salariais, a ausência de legislação trabalhista fazia com que em cada fábrica reinasse um regulamento específico. Os trabalhadores eram submetidos à condições subalternas de trabalho (MOTTA; VASCONCELOS, 2002).


Para o exemplo acima, que é uma citação indireta, reparem que os autores estão dentro dos parênteses. Neste caso devem ser escritos com letra maiúscula. Reparem também que não foi colocado o número da página, pois é dispensável em citações indiretas. Segue como ficará a referência bibliográfica:


REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

MOTTA, FC. ; VASCONCELOS, I. Teoria geral da administração. São Paulo: Atlas, 2002.

.....................................................................................................................................................



Mas como os professores orientadores "caçam" os plágios?

É papel do orientador impedir que alunos com suspeita de prática de plágio cheguem até a banca. E é fácil perceber quem são esses alunos. Os seguintes comportamentos indicam uma suspeita de prática de plágio, ou compra de TCC:

1 - Aluno (a) que pouco comparece aos encontros para tirada de dúvida sobre o TCC.
2 - Aluno (a) que nas primeiras orientações se apresenta com escrita impecável, sem erro ortográfico ou de concordância, sem erro na metodologia ou nas normas científicas,
3 - Aluno (a) que apresenta em seu TCC citações que não aparecem na Referência Bibliográfica.
4 - Aluno (a) que apresenta em seu TCC muitas Referências Bibliográficas que não foram citadas.
5- Aluno (a) que apresenta em seu TCC sequência de parágrafos com formatações diferentes (tamanho de letra, tipo de letra, etc), que indicam uma colagem de páginas da internet.
6- Aluno (a) que apresenta em seu TCC frases ou palavras com caracteres típicos de internet, que muitas vezes não é possível eliminar quando se copia e cola algo da web (nem todas as pessoas conseguem perceber a presença desses caracteres).
7- Aluno (a) que é incapaz de responder as perguntas do orientador sobre partes específicas do TCC.

Caso o aluno tenha o aval do orientador para seguir em frente, entra-se em uma nova etapa: O CRIVO DA BANCA.

Normalmente os examinadores das bancas recebem os TCC's com antecedência mínima de 20 dias. Podem também solicitar uma cópia em arquivo. A primeira olhada no TCC será sobre ítens básicos:

1 - Verificar se o TCC apresenta citações que não aparecem na Referência Bibliográfica.
2- Verificar se o TCC apresenta muitas Referências Bibliográficas que não foram citadas.
3- Verificar se o TCC apresenta muitos parágrafos com formatações diferentes (tamanho de letra, tipo de letra, etc), que indicam uma sequência de colagens de internet.
4- Verificar se o TCC apresenta frases ou palavras com caracteres típicos de internet.

Após a análise básica, a banca vai usar ferramenta específica de "busca de plágios" para conferir autenticidade, ou não, do conteúdo. 

Passado a fase de verificação inicial, finalmente a banca examinará o TCC pelos critérios recomendados pelas normas científicas, além dos critérios normalmente adotados pela maioria das Faculdades e Universidades. A saber:

AVALIAÇÃO DA PARTE ESCRITA DO TCC (50% da avaliação)

 

10% - Pertinência do Problema/Objetivo/Conteúdo/Metodologia com a investigação científica.        

10% - Coerência Interna (Introdução / Desenvolvimento / Conclusão).                                       

10% - Qualidade da Conclusãoconsiderações finais.                                     

10% - Contribuição da pesquisa para o enriquecimento do tema estudado, podendo ser considerado original e importante para a comunidade científica.                                                                 

10% - Aspectos formais (ver se o TCC foi elaborado segundo normas da Instituição e se o estudante seguiu o cronograma estabelecido pelo orientador).                                                                         

 

AVALIAÇÃO DA APRESENTAÇÃO DO TCC (50% da avaliação)

 

10% - Introdução (colocação do tema/problema/delimitação do problema e objetivo).                 

10% - Domínio e clareza na exposição (argumentação e conteúdo).                                        

10% - Capacidade de síntese.                                                                                               

10% - Qualidade das respostas dadas à banca examinadora.                                    

10% - Aspectos formais (tópicos bem elaborador e uso adequado dos recursos disponíveis para apresentação).    

 
E COMO DISTRIBUIR AS PÁGINAS DENTRO DO TCC?

Dou aqui apenas uma sugestão, que pode variar de acordo com o tema escolhido, do modo de orientação e da maneira como o estudante deseja que as informações sejam inseridas. 

- Parte pré-textual: 8 folhas (que são 7 páginas não numeradas, sendo que a capa não conta)

- Introdução: 5 páginas

- Referencial teórico: 15 páginas

- Parte prática (Estudo de caso): 10 páginas

- Conclusão:  3 páginas

- Bibliografia/Anexos:  3 páginas


COMO FAZER CITAÇÃO DE INTERNET? O QUÊ PODE SER USADO COMO FONTE DE PESQUISA?

Há, na atualidade, um vício muito grande dos estudantes pela busca de informações na internet. Grande parte dos plágios em TCC's se origina de colagens de textos da internet, científicos ou não. Alguns estudantes ao escreverem sobre determinado tema fazem uma montagem com vários recortes da internet. Além de ilegal, fica péssimo e a banca descobre com facilidade.

Sobre a questão da internet, algumas informações são importantes:
- Primeiro que não é crime usar a internet como fonte de pesquisa, desde que se obedeça o procedimento de identificação da fonte.
- Segundo que 90% do que se encontra na internet não serve para ser citado em um TCC, pois são textos ou opiniões sem fundamentação científica, sem estudo adequado. São apenas opiniões.
- Terceiro que um TCC é considerado de melhor qualidade quando possui número reduzido de citações de internet. O ideal é não ultrapassar a 30% das referências usadas, ou seja, de cada 10 fontes use apenas 3 de internet.

Se você decidiu usar fonte de internet, então busque informações de qualidade e pautadas em sites confiáveis de revistas científicas, de artigos científicos. Todo e qualquer ramo de estudo (Direito, Administração, Medicina, Engenharia, Educação, Psicologia, etc) tem um site oficial sobre a categoria, sobre os avanços e sobre novos estudos, sobre congressos e artigos recentemente publicados. Existem revistas científicas online para todas as áreas do conhecimento, e essas revistas disponibilizam artigos e informações em suas páginas. São essas fontes que, preferencialmente (para não dizer obrigatoriamente), os estudantes devem buscar.

Sites de grandes corporações de mídia, como UOL, EXAME, Folha Online, Super Interessante, Globo.com, entre outros, podem ser usados como fontes. Mas cuidado, peguem apenas as informações de comprovação por estudos e pesquisas, e não opiniões sem fudamentação.

Ao citar textos da internet você deve, obrigatoriamente, colocar a fonte na referência bibliográfica. Assim como qualquer livro, é recomendável que a fonte de pesquisa da internet tenha Autor, Título, Local da publicação, ano da publicação (se for artigo de revista: acrescenta-se o número da edição e o volume)

Veja o exemplo 1:
.....................................................................................................................................................
Em pesquisa no site do Ministério da Saúde foi possível encontrar o valor dos repasses do governo federal para as diversas modalidades de serviços prestados pelo prefeiro aos moradores do Município da Serra. O valor previsto para 2011 é de R$ 6.440.144,79 (CONSULTA DE PAGAMENTOS DO FUNDO NACIONAL DE SAÚDE, acesso em 20 Maio 2011).


Para o exemplo acima, que é uma citação indireta de internet, reparem que não tem autor. Neste caso usa-se na citação o título da fonte consultada. Reparem também o uso da frase "acessado em 20 Maio 2011", que caracteriza uma consulta à internet. A referência bibliográfica ficará como descrito abaixo: 

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA


CONSULTA DE PAGAMENTOS DO FUNDO NACIONAL DE SAÚDE: MINISTÉRIO DA SAÚDE, 2011. Disponível em: <http://www.fns.saude.gov.br/Consultafundoafundo.asp.> . Acesso em: 20 maio 2011.


Obs: Reforçando que na falta do AUTOR, usa-se o título da obra na citação.
....................................................................................................................................................


Veja o exemplo 2:
....................................................................................................................................................

Na visão de Toni (acesso em 24 Jun. 2011), o Planejamento Estratégico Situacional se torna importante por atender a alguns critérios importantes, que são: faz mediação entre passado, presente e futuro; prever possibilidades quando a predição é impossível; tem capacidade de lidar com surpresas; faz mediação entre o conhecimento e ação.

 

Para o exemplo acima, que também é uma citação indireta de internet, reparem que o nome do autor está fora dos parenteses e apenas com a primeira letra em maiúsculo. Isso é correto. A referência bibliográfica ficará como descrito abaixo: 

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

TONI, Jackson de. O que é Planejamento Situacional? Disponível em: <http://www.espacoacademico.com.br/032/32ctoni.htm>. Acesso em: 24 junho 2011.


Obs: o termo "acesso em 24 jun. 2011" é exatamente a data da consulta realizada pelo estudante. 
....................................................................................................................................................


QUE TIPO DE REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA SE RECOMENDA USAR EM UM TCC?

Essa é uma questão interessante, pois os alunos estão viciando no uso da internet e deixando de lado as mais valiosas fontes de pesquisa, aquelas que trazem informações de estudos já realizados e, de certa forma, comprovados cientificamente. Estou falando das teses, dissertações, monografias e artigos científicos publicados. Assim, segue abaixo a sequência mais recomendada de fonte bibliográfica para uso em TCC's:
1 - Livros: imprescindível para embasamento teórico do assunto.
2 - Teses (doutorado) e dissertações (mestrado): são pesquisas que trazem contribuições diretas ao seu estudo. Estão disponíveis, em sua maioria, na biblioteca da UFES (no caso do Espírito Santo) ou em qualquer biblioteca de universidade federal ou estadual.
3 - Monografias (especialização e graduação): disponíveis na sua própria instituição. A banca olha com bons olhos quando se utiliza estudos de outros alunos da faculdade, principalmente se o orientador de um TCC usado for membro da avaliação de sua banca (assim você conquista a banca).
4 - Artigos científicos: disponíveis na biblioteca da própria instituição ou em sites especializados para cada área do conhecimento. Artigos são resumos de estudos científicos (tese, dissertação, monografias) e por isso trazem grandes contribuições a qualquer pesquisa futura. Dê preferência aos artigos classificados pela avaliação QUALIS da CAPES com índice A ou B.
5 - Internet: só use assuntos de internet se for de fonte confiável de revista científica de sua área de estudo, ou outras revistas online de grande reconhecimento (O Globo, Exame, O Estado de São Paulo, etc). Procure com seu orientador o nome das revistas científicas online que são reconhecidas e confiáveis. 

COMO COLETAR DADOS PARA O TCC? QUAIS OS INSTRUMENTOS MAIS USADOS?

Coleta de dados se torna necessário quando a pesquisa envolve estudo de caso, usando o método de coleta em campo. Os instrumentos de coleta de dados mais utilizados são: Grupo focal; Observação; Entrevista; Questionário.

 

1) GRUPO FOCAL: É uma técnica qualitativa de coleta de dados, constituída por um pequeno grupo de pessoas, variando de 6 a 12 pessoas. O grupo selecionado é levado para um local específico para participar de uma discussão sobre o tema da pesquisa.

Objetivo: obter relatos de experiências e reações a estímulos em relação ao tema da pesquisa. Busca identificar o como e o porquê de atitudes e comportamentos.

Vantagem: Respostas são mais honestas e refletem os sentimentos.


2) A OBSERVAÇÃO:
é quando o pesquisador observa um ambiente ou determinado fenômeno, que pode ser o comportamento de pessoas, funcionamento do ambiente de trabalho, reações, atendimento ao público, entre outros. Tudo dependerá do tema da pesquisa. A observação pode ser:

- Participativa - quando o próprio pesquisador se desloca ao ambiente para observar;

- Participante natural - quando além de observador, o pesquisador é também membro integrante do ambiente onde se observa;

- Não participante - quando se contrata alguém para fazer as observações.

 

3) ENTREVISTA: é a conversa entre o pesquisador e as pessoas escolhidas para a coleta de dados. Pode ser realizada "Face a Face" e/ou por Telefone. A entrevista tem a vantagem de permitir liberdade do entrevistado para responder as questões solicitadas, de modo a permitir que informações importantes sejam aproveitadas durante a entrevista.

 

4) QUESTIONÁRIO: é a coleta de informações por meio de respostas rápidas, onde as pessoas selecionadas marcarão a opção que mais lhe agradam sobre determinado assunto, em um formato de múltipla escolha. Existem vários modelos de questionários, sendo que cada modelo tem sua aplicação dependendo do tipo de pesquisa.


OBJETIVO GERAL E OBJETIVOS ESPECÍFICOS EM UM TCC?

O objetivo geral indica de forma ampla e abrangente o que se pretende alcançar com a execução da pesquisa. Deve-se iniciar com um verbo no infinitivo, de conotação ampla, para então definir o que se espera realizar com o estudo.

Os objetivos específicos resultam da divisão do objetivo geral em partes menores, conectadas logicamente. Eles correspondem a perguntas mais detalhadas que surgem da pergunta maior, devendo se referir, de forma sistemática, aos vários aspectos do problema, e devem ser mensuráveis*.

*Mensuráveis: o seu objetivo específico deve aparecer respondido no TCC, "medido" por coleta de dados ou com informações que possam certificar que o mesmo foi alcançado.

 

Exemplo:

 

Objetivo geral:

ANALISAR a relação entre o nível de utilização do posto de saúde de Vitória e a disponibilização de serviços à população local.

 

Objetivos específicos:

a)    PESQUISAR como era o nível de utilização do posto de saúde de Vitória nos anos 2010 e 2011.

b)    CONHECER o padrão de utilização do posto em diferentes épocas do ano.

c)    OBSERVAR a percepção dos usuários sobre a qualidade do atendimento oferecido.


EM BREVE NOVAS ATUALIZAÇÕES SOBRE CITAÇÕES.........

Última atualização: 22/08/2012

 

  Site Map